Aldemir Martins nasceu em Ingazeiras, Ceará, em 1922, e morreu em São Paulo, São Paulo, em 2006. Pintor, gravador, desenhista e ilustrador, em 1941, participou da criação do Centro Cultural de Belas Artes de Fortaleza, juntamente com Antonio Bandeira, Raimundo Cela, Inimá de Paula e Mário Baratta. Espaço dedicado a exposições permanentes e cursos de arte, três anos depois, passou a se chamar Sociedade Cearense de Artes Plásticas (Scap).

Aldemir produziu desenhos, xilogravuras, aquarelas e pinturas. Atuou também como ilustrador na imprensa cearense. Em 1945, viajou para o Rio de Janeiro e, menos de um ano depois, mudou-se para São Paulo, onde realizou sua primeira individual e retomou a carreira de ilustrador.

Entre 1949 e 1951, frequentou os cursos do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) e tornou-se monitor da instituição. Estudou história da arte com Pietro Maria Bardi e gravura com Poty Lazzarotto. Em 1959, recebeu o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Arte Moderna e ficou dois anos na Itália.

Desde o início da carreira, sua produção foi figurativa e o artista utilizou um repertório formal constantemente retomado: aves, sobretudo galos; cangaceiros, inspirados nas figuras de cerâmica popular; gatos, realizados com linhas sinuosas; flores e frutas. Nas pinturas, empregou cores intensas e contrastantes.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br