Gravador e escultor. Dom Pedrito, RS, 1939. Estudou na Escola de Artes de Porto Alegre de 1958 a 1962. Aperfeiçoou-se em xilogravura com Xico Stockinger, e em serigrafia com Roberto Griecco. Também aprendeu técnicas de gravura em metal com José de Assunção Souza e litografia com Quaglia. Começou a expor em 1959, participando de coletivas e obtendo premios em salões. Foi professor no Atelie Livre da Prefeitura de Porto Alegre, no Instituto de Artes da UFRGS e diretor do MARGS de 1972 e 1973. É focalizado por Jacob Klintowitz, em seu livro Versus e na análise editada por Zero Hora – Cultura, setembro de 1982, como “herdeiro da tradição da xilogravura (madeira). Tem um desenho expressivo , valoriza os pretos e os brancos. Um bom gravador. Figura com ilustrações em A gravura no Rio Grande do Sul, de Carlos Scarinci. O MARGS mostrou breve retrospecto de dez anos de trabalho em 1981. É detendor do premio Poty Lazzarotto, gravura, na I Mostra Anual de Gravura Cidade de Curitiba, Paraná. Em 1995, novamente no MARGS, expoe telas em terracota, em retrospectiva denominada Reflexões Intempestivas, destacado por esta razão, no número 24 do jornal Informativo daquele Museu. Em Trajetos e Cantigas, texto de sua autoria. assim se define em relação às suas origens: “Nasci em cima da divisa dos municípios de Dom Pedrito e Rosário do Sul, numa coxilha de Campo Seco, batizada por meu pai de Santo Antônio”. Introspectivo, mantém-se em sua simplicidade (e civilidade) à margem de grupamentos, constituindo trabalho sério e consistente em Porto Alegre.

 

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br