Dionisio Del Santo nasceu em 1925 em Colatina, Espírito Santo, e morreu em 1998, em Vitória, no mesmo estado.

    Pintor, desenhista e gravador, ele se transferiu para o Rio de Janeiro em 1946, tendo se iniciado no desenho por volta de 1940. Com pleno domínio dos processos serigráficos, foi, sobretudo, nesta técnica que se destacou no panorama da arte brasileira da segunda metade do século XX.

    Realizou exposições individuais no Rio de Janeiro, em Brasília e em São Paulo, com destaque para a de estréia, em 1965, na Galeria Relevo. Também se sobressaem a retrospectiva de 1973 no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e as de 1989 e 1990, apresentadas no Paço Imperial, no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo, respectivamente.

    Del Santo participou da mostra Opinião 66 no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, da Bienal de São Paulo em 1963 e de diversas coletivas. Obteve os prêmios de aquisição do Salão Nacional de Arte Moderna em 1967 e de isenção de júri em 1968. Em 1978, conquistou o prêmio Artes Plásticas do Instituto Brasil-Estados Unidos, no Rio de Janeiro.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br