• Daisy Viola; Mulher-casca de vermelho, 2006; Móbile - pintura acrílica e colagem sobre corpo de papel e tecido, 150x80 cm

Em Fragmentos Cromáticos, o artista Marcelo Pferscher mostra pela primeira vez ao público os trabalhos de sua nova fase, iniciada em 2018. Segundo ele, agora as suas obras passam por uma desconstrução projetual, cromática e estrutural. Por meio de um processo longo, o trabalho é construído e desconstruído inúmeras vezes nos campos do desenho, da escultura e da pintura até chegar ao resultado desejado.

Com curadoria de Daniela Giovana Corso, a exposição apresenta 18 pinturas e esculturas que mostram uma evolução sequencial clara em relação ao trabalho que o artista vinha desenvolvendo anteriormente. Em um primeiro momento, o que mais chama a atenção é a desconstrução cromática das camadas que formam suas obras, mas logo se percebe, nas pinturas, que esta desconstrução vai além e que o artista se utiliza das esculturas para criar suas obras pictóricas. Nestas, agora, as camadas são vistas claramente desmembradas, como se fossem fragmentos de um todo coerente, então desconstruído. Percebe-se também, que o processo de estudo cromático é extenso e meticuloso não só no âmbito da cor, mas também na sua distribuição espacial sobre a tela. No espaço expositivo, a distribuição das obras e suas cores criam por si só uma obra maior, com um fluxo contínuo e impactante.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br