Áustria 1910 – 1974 )
Passou a infância em Trieste e em Gorizia. Veio para o Brasil ainda jovem. No Liceu de Artes e Ofícios-Rio, em 1937, estudou desenho com Eurico Alves e água forte com Carlos Oswald, este último viria a exercer enorme influência sobre Steiner. Premiado no Salão Nacional do Brasil, participou de inúmeras exposições coletivas no Rio, de 1937 a 1941 e, em várias cidades austríacas e americanas. Sua obra possui raízes no Expressionismo alemão com características bem brasileiras: o artista estudou nossa cultura e nosso folclore, inclusive fazendo viagens pelo interior do Mato Grosso para conhecer os costumes dos indígenas. Recebeu “Medalha de Bronze” e “Medalha de Prata”, em 1941, no Salão de Belas Artes. Seus desenhos também podem ser vistos no Mosteiro dos Monges Beneditinos em São Paulo, ao lado de gravuras de Dürer, Holbein e Schongauer. Deixou mais de 600 chapas executadas a ponta-seca, água-forte, água-tinta e buril e algumas xilogravuras. Suas obras constam do acervo de museus da Europa e América do Sul, como da Albertina e da Academia de Belas Artes de Viena.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br