Luiz Proença, nascido em 8 de novembro de 1958, teve seu primeiro contato com as artes aos 5 anos de idade, quando ia à Igreja Matriz de Cêrro Largo, sua cidade natal. Lá costumava ficar olhando para o teto e o altar, onde haviam afrescos sobre passagens bíblicas.

Logo seus pais se mudaram para uma localidade próxima chamada Roque Gonzales, onde ficava por horas olhando um escultor de imagens sacras que morava perto de sua casa, e como a vida já trás escrita os destinos de cada um,  o artista começava a fazer pequenos desenhos de gravuras, retiradas de livros infantis.

Em 1966 seu pai presenteou a sua irmã mais velha com o livro “A Técnica do Desenho“, que para o artista foi um achado, ali constavam ilustrações de grandes mestres do cartoon nacional da época, e começavam os esboços  de figura humana. Nesta época havia o saudável hábito da troca de revistas em quadrinhos (gibis) em frente ao cinema da cidade onde moravam na época, e o artista já fazia desenhos de seus heróis: Fantasma, Drácula, Zorro, Brick Bradford, Tarzan e outros.            Com a morte de seu pai, o artista, no ano de 1969, fez o retrato de seu genitor em grafite sobre papel, e logo a seguir o seu auto-retrato.        No ano de 1970 já desenhava com bico de pena e fazia pinturas em guache e têmpera, nesta época o artista começava a fazer estudos de aquarela sobre gravuras de Albrecht Dürer.            Em 1972 já participava de exposições de arte e continuava a fazer estudos por conta nas obras de arte dos grandes mestres mundiais. O artista fez desenhos, aquarelas e têmpera das pinturas de Leonardo da Vinci, Boticelli, Michelângelo, Reembrandt e muitos outros.            Nos anos seguintes continuou a desenvolver suas técnicas, participou de exposições com desenhos a bico de pena, e, no ano de 1976, morando no Mato Grosso do Sul, o artista comprou suas primeiras tintas e entrou na pintura a óleo com o estilo “Dadaísta“, muito forte nas suas criações.            Desde então o artista aprimorou cada vez mais a sua capacidade, podendo hoje desenvolver criações artísticas em diversos estilos e técnicas.

Luiz Proença define-se como livre em sua forma de fazer arte, não se sente bem em fazer séries grandes em um estilo só, o artista frisa que é necessário passar às pessoas uma arte que mostre a poesia, a luz, a alegria e a tristeza, e, principalmente, algo que esclareça o ser humano sobre a sua existência neste mundo tão espetacular…

Atualmente com 53 anos, mora em Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul, com sua esposa Isabel Carolina Krüger e os filhos Fernada, Lucas, Carolina, Augusto e Pedro. O artista continua seu trabalho como orientador, produzindo novas obras para exposições futuras e também trabalha como designer.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br