Francisco Brilhante

Filho de portugueses, Francisco Brilhante se formou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal, em 1920, em Porto Alegre, sua cidade natal. Seguiu para o Rio de Janeiro para completar seus estudos, na Escola de Belas Artes, custeando seus estudos e sustento através das pinturas que fazia nos jardins da Quinta da Boa Vista. Falecido em 1987, deixou um legado estimado em mais de 40 mil quadros, espalhados pelo país. Entre as inúmeras personalidades que retratou, constam nomes como Pinheiro Machado, Washington Luís, Borges de Medeiros, Getúlio Vargas, Ildo Meneghetti, Monteiro Lobato, Erico Verissimo, Mario Quintana, Pedro Weingartner e Athos Damasceno Ferreira.

Nas escadarias da Igreja do Rosário, em Porto Alegre, permaneceu durante 25 anos, utilizando, além da calçada, as dependências da casa paroquial, onde mantinha um ateliê para ministrar aulas. Os retratos que pintava na rua eram feitos, muitas vezes, com ausência de modelo, baseando-se apenas em uma pequena foto 3×4. Com estilo considerado ‘parisiense’, realizou incontáveis exposições na Capital e no Interior. Para a presidente da Associação Francisco Brilhante, Miriam Palazzo, o artista representa ‘uma imagem poética de Porto Alegre, meio perdida no tempo’. Na sua opinião, o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs) deveria ter no seu acervo obras do precursor dos pintores de rua de Porto Alegre.

Contatos

Contatos

Endereço:

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282,
Centro Histórico - Porto Alegre/RS

Email:

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br

Telefone:

(51) 3228.6900