Angelo Guido Gnocchi nasceu em Cremona, Itália, em 1893 e morreu em Pelotas, Rio Grande do Sul, em 1969. Foi pintor, escultor, gravador e crítico de arte. Mudou-se com a família para São Paulo em 1895. Por volta de 1900, estudou com seu tio Aurélio Gnocchi e freqüentou o Liceu de Artes e Ofícios, onde teve aulas com Piza e Bonomi. Estudou e trabalha com César Formenti.

    Entre 1914 e 1925, colaborou como crítico de arte no jornal Tribuna de Santos. A partir de 1925, estabeleceu-se em Porto Alegre e afastou-se temporariamente da pintura devido a uma doença nos olhos, passando a fazer crítica de arte no jornal Diário de Notícias.

    Em 1936, tornou-se membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul e assumiu a cadeira de história no Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul e na Faculdade de Arquitetura, em Porto Alegre. Entre 1959 e 1963, exerceu o cargo de diretor do Instituto de Belas Artes.

    Textos de sua autoria foram publicados após a sua morte, em 1972, no livro Aspectos do Barroco em Portugal, Espanha e Brasil.

Depoimentos

Contato

Siga-nos

Nossa Endereço

Rua Duque de Caxias, 649 - CEP: 90010-282, Centro Histórico - Porto Alegre/RS

contato@galeriaespacoculturalduque.com.br